Conheça todas as belezas naturais que o Salto Corumbá pode proporcionar a você e a sua família. Viva momentos inesquecíveis aqui, aproveitando todas as maravilhas do nosso belíssimo cerrado, atrações radicais e banhos de cachoeira. Hospede-se em nossa charmosa pousada ou na área de camping com completa infraestrutura.

Últimas Postagens

(62) 3334-8226 / (62) 9 9658-7357
BR 414, Km 383. Corumbá de Goiás, Goiás
saltocorumba@gmail.com
Image Alt

Salto Corumbá – Uma história do final do século XIX – Parte 1

Salto Corumbá – Uma história do final do século XIX – Parte 1

O Salto Corumbá teve sua região explorada pelo intenso trabalho de uma mineradora estrangeira, representada pelo francês Bernard Alfred d’Arena. As volumosas águas do rio desaguavam em um grande poço de pedra e seguiam seu caminho cerrado adentro. Esse rio tão belo era chamado de Corumbá.

Audacioso e experiente, Arena, o minerador francês viu que o poço de pedra funcionava como uma bateia natural, segurando o ouro no fundo do rio e deixando a água mais leve passar por cima. Esse poço, na época, tinha por volta de 15m de profundidade e tinha um fluxo intenso de água que passava ali.

A maior dificuldade que Arena encontrava naquele momento era: Como tirar a areia do fundo do poço e chegar até o ouro, com todo aquele volume de água?

Pois bem, ele desviou o rio Corumbá por um canal até o córrego Rasgão, secando aquele trecho que precisava ser trabalhado, inclusive secando também a cachoeira conhecida hoje por ̈Salto Corumbá. Sem a queda d’água para dificultar o trabalho, cortou manualmente uma grande garganta na parede de rocha sólida do poço, esgotando toda a água rio abaixo, formando a cachoeira da Garganta. Assim o minerador conseguiria atingir as tão cobiçadas areias que, por incontáveis eras, acumularam um precioso metal: o ouro.

Leave a Reply:

WordPress Lightbox Plugin
×